Inside

Blog

05 . Julho

No oásis da internet, um anúncio – o Pinterest Ads chega ao Brasil

Você é um dos 46 milhões de brasileiros que se perdem em meio a tantas pastas e pins do Pinterest? Se a resposta for sim, então você, pinner, já deve conhecer o potencial que a plataforma tem. Mas, caso ainda não conheça (ou não use), nós te colocamos a par do que a rede tem para oferecer a sua marca. E vamos te mostrar a novidade que promete mudar o patamar da rede: a possibilidade de anunciar dentro da Pinterest.

Primeiro, as principais características da rede. Já mencionamos o alcance dela no Brasil. Tenha em mente que esse número – 46 milhões – representa os usuários ativos por mês. O principal aspecto do Pinterest é resumido em poucas palavras: oásis da internet. Nada de notícias ruins, sangue, obituário, etc. Os pins (como são chamados os posts) geralmente são constituídos de uma imagem e uma legenda – que pode até ser grande, mas, geralmente, não passa de um parágrafo curto. E qual a diferença disso para o Instagram? A relação com o usuário.

Enquanto no Insta somos incentivados a interagir com amigos e produzir conteúdo para o feed, no Pinterest o usuário é estimulado a salvar as postagens que mais lhe interessam para guardar como inspiração. Ou colocar suas próprias fotos na rede, onde outras pessoas podem encontrar em suas próprias pesquisas (caso as tags estejam adequadas, claro) e salvar aquela imagem para elas. É assim que o Pinterest gera valor para seus usuários: entregando inspirações para que suas ideias saiam do papel.

Para as marcas, há um potencial bastante interessante. Afinal, elas não vão disputar espaço com um acidente de carro ou aquela fake news que seu tio acabou de compartilhar. Não que as notícias de tragédias não sejam importantes, mas não é exatamente o tipo de coisa que se quer associar com uma empresa, certo?

O ponto forte do Pinterest é a influência na tomada de decisão. Como a rede funciona especificamente para buscar inspirações, as marcas podem usar ela para mostrar os seus produtos/serviços para que os usuários guardem aquela ideia. Geralmente, leva um certo tempo entre a ideia e a execução. Afinal, o Pinterest é focado no planejamento de algo. Mesmo assim, vale a pena estar sempre no radar de possíveis clientes quando eles fazem suas pesquisas.

Um detalhe importante é a questão dos gatilhos. Coisas como “só amanhã” não funcionam. Como já dissemos, é uma rede de organização de ideias ainda em formação. Porém, o CTA funciona muito bem em países onde o Pinterest Ads já está em funcionamento. Principalmente na imagem. Apenas tenha em mente que a rede é de decisão no médio/longo prazo.

É claro que a rede pode não servir para todos os nichos de mercado. Funciona muita bem para escritórios de arquitetura, lojas de roupas, salões de beleza, confeitarias, etc. Já para outros nichos, é melhor aproveitar os espaços do Facebook/Instagram, Linkedin e Google. O PInterest, neste sentido, vem para ser mais um nicho de oportunidades. E, se a rede já estava sendo bem utilizada mesmo sem os anúncios liberados, ela tem tudo para se firmar ainda melhor agora que mais marcas entrarem na plataforma.

Quer saber como sua marca pode se posicionar diante de mais essa segmentação de mercado?

Fale com a Pit!

No oásis da internet, um anúncio – o Pinterest Ads chega ao Brasil | Pit Brand Inside