Inside

Blog

28 . Agosto

10 dicas de SEO para alavancar as buscas pelo seu negócio

A exposição de uma marca em páginas de busca é algo fundamental, não é mesmo? Com esse mecanismo, o trabalho é visto e começa a ganhar relevância além da sua localidade de origem. No entanto, a trajetória para se consolidar demanda muito conhecimento e trabalho em SEO – Otimização de Sites para Ferramentas de Busca.

Um dos principais pontos que devemos considerar ao dar relevância a esse profissional é que vivemos um tempo em que os custos com mídia estão cada vez maiores. Até mesmo por isso, a exposição orgânica, ou seja, sem custo, ganha mais destaque no momento de traçar as estratégias de marketing digital. Tudo isso, se resume pelo fato de o tráfego de busca orgânica ser extremamente qualificado em comparação com o adquirido com mídias pagas.

Para o resultado ficar dentro do esperado, é necessário seguir diversas etapas para que o Google ou buscador escolhido reconheça a relevância do conteúdo que você produz. Mas, você deve estar se perguntando quais são esses passos?

O primeiro ponto é que todas as técnicas de SEO sofrem constante aprimoramento e mudança. Isso se deve pelas atualizações constantes dos algoritmos do Google, que buscam ir ao encontro dos novos hábitos dos consumidores e as novas tecnologias.

Confira algumas dicas simples:

• Escolha a palavra-chave certa:
Pode parecer fácil, mas não é. Para escolher não basta apenas considerar o maior volume de buscas, nem a menor dificuldade de rankeamento. Ou seja, a palavra deve estar de acordo com a persona e com o problema dela que iremos buscar soluções. Veja algumas sugestões:

- Opte por palavras de nicho, mais específicas;
- Compare diferentes termos e escolha aquele com um volume de buscas médio para baixo e uma concorrência menor;
- Dedique os seus esforços para uma palavra-chave apenas.

• Responda as intenções de busca do usuário:
É fundamental na produção de conteúdo responder as perguntas dos usuários. Ou seja, pouco adiantar produzir longos textos que não se encaixam nas demandas. Confira um exemplo:

- A persona acionou o Google com “qual a melhor plataforma para vídeo?”. O seu texto deve conter essa resposta e de forma direta.

O buscador tem maneiras de identificar quem está entregando o conteúdo esperado (ou até mesmo superando essas expectativas).

• Observe os primeiros resultados da busca:

Antes mesmo de produzir o seu conteúdo, observe os primeiros resultados da busca. Com isso, você consegue encontrar pontos em comum e mesmo pontos que ainda não foram respondidos. A partir disso, irá criar um conteúdo mais completo.

• Tenha URLs amigáveis:

Os endereços, ou melhor, chamados de URLs devem ser amigáveis. O que quer dizer? É simples devem ser fáceis de ler e memorizar. Outro ponto é que eles sejam atemporais, permitindo a atualização sem necessidade de mudança do mesmo.

Além disso, evite URLs longas. Seja simples e claro.

• Atualize seu conteúdo:

Os usuários interpretam atualização de conteúdo de forma positiva — e o Google também (o que impacta diretamente nos rankings).

• Página otimizada para mobile:

Há algum tempo, o Google prioriza na sua indexação páginas que sejam otimizadas para o mobile. Ou seja, ambiente que tenham design responsivo e velocidade de carregamento. Por isso, assegure que o seu site está dentro destes parâmetros. Só desta forma, ele terá um rankeamento crescente nos sistemas de busca.

• Seja criativo em descrições e títulos:
Bons títulos e descrições influenciam diretamente na taxa de cliques. Sempre que possível chame seu conteúdo por listas. Como, por exemplo, “confira cinco dicas para aprimorar o seu marketing da sua empresa”.

• Invista em conteúdos de alta:

Sempre que possível trabalhe com os “buzz content”, ou seja conteúdos em alta. Como: notícias e tópicos mais falados. Isso porque, são assuntos com alto potencial de engajamento e que geram muitas discussões em torno deles, performando especialmente bem em redes sociais.

• Trabalhe com imagem:

Vídeos, imagens e infográficos são muito bem-vindos. Esses tipos de conteúdos são mais compartilháveis e podem ser ótimas maneiras de conseguir backlinks e aparecer em outros espaços no mecanismo de busca.

• Invista em long tails:

Long tails são palavras-chave menos concorridas e, portanto, é mais fácil rankear para elas. É um ótimo caminho investir nesse tipo de palavra para começar a colocar seu site nos motores de busca e fortalecer seu domínio para só depois investir em termos com muita competitividade.

As técnicas para otimizar as buscas do seu site são inúmeras. As dicas são as mais simples. No entanto, para um trabalho mais aprofundado é fundamental contatar um profissional do ramo.

Qualquer dúvida entre em contato conosco, estamos dispostos a ajudar na melhoria da divulgação seu trabalho.

10 dicas de SEO para alavancar as buscas pelo seu negócio | Pit Brand Inside